Ainda não tem a nossa APP? Pode fazer o download aqui.
Sofia Neves

Era o que Faltava

Temporada 3

17 fevereiro, 2022

Sofia Neves

“A primeira vez deve ser a última vez. A vítima não deve acreditar que aquela situação não se vai repetir”

Hoje conversamos com uma professora, investigadora e também Presidente da Plano i, uma associação não governamental de promoção de igualdade. Sofia Neves é coordenadora científica do Observatório da Violência no Namoro, do Observatório Nacional do Bullying e de mais uma série de investigações sobre violência doméstica, violência de género, discriminação e violência baseada na orientação sexual e identidade e/ou expressão de género.

 

Nesta conversa com o João Paulo Sousa e com a Ana Delgado Martins a Doutora explica que: “A denúncia é desejável, é obrigatória sobretudo no caso de profissionais da Administração Pública, mas a denúncia nunca deve ser feita sem que se garanta que a vítima está protegida. É precisamente na altura em que a vítima decide romper a relação que ela está em maior risco de ser assassinada”.

 

Ao falar sobre as dúvidas e receios que podem surgir nas vítimas, Sofia Neves diz que: “A primeira vez deve ser a última vez. Ou seja, a vítima não deve, em momento algum, acreditar que aquela situação não se vai repetir porque muito provavelmente ela vai tornar-se crónica. As vítimas resistem muito em procurar ajuda porque têm algum receio que o sistema as culpabilize. Essa é uma forma de dupla vitimização, não só é vítima da pessoa agressora, como depois é vítima do próprio sistema”